Espaço do Leitor

Aproveite o momento e, se quiser, deixe um comentário, sugestão ou crítica que poderemos levar isso à alguma de nossas edições da revista.

Participe!

Anúncios

23 respostas para Espaço do Leitor

  1. Aragão disse:

    Bom Dia!

    Gostaria de dar meus parabéns a iniciativa do grupo que edita a revista. Pela primeira vez vi que alguém do movimento espírita tomou a frente e está suprindo uma carência em nosso meio.
    Estou cansado de ler artigos espiritas com pensamentos excessivamente moralistas e com opiniões pessoais que pouco acrescentam. Esta iniciativa de usar o “modus” cientifico me parece dar mais continuidade ao trabalho de Kardec.

    Parabéns!

    Curtir

  2. Raul disse:

    JÁ QUE DEIXARAM ABERTA A POSSIBILIDADE DE CRITICAR, APROVEITO PARA DIZER QUE O TAL MÉDIUM XONOGLÓSSICO PODE TER FRAUDADO. ACHO QUE O PESQUISADOR CLOVIS DEVERIA TER PEGO DECLARAÇÃO QUE ELE NÃO SABIA O QUE ESCREVEU. QUEM DÁ GARANTIA QUE O MÉDIUM NÃO DECOROU AQUELAS PALAVRAS DOS INDIANOS?

    Curtir

  3. Olá Raul.

    Se você perceber, a sessão a que você está se referindo (edição OUT/2014) são os relatórios de casos. Essa sessão da revista foi criada exatamente para pesquisadores incluírem trabalhos pessoais e de observação. Antes de iniciarmos uma pesquisa sobre um tema ou médium em específico, é usual fazermos testes preliminares e daí sim, depois de alguns resultados, avaliarmos se vale a pena ou não uma investigação mais profunda. De qualquer forma sua apreciação/crítica é pertinente e, se o médium for para estudos mais específicos, os pesquisadores terão esse cuidado.
    Agradecemos sua participação.

    Curtir

  4. Trabalho magnífico – merece nosso apoio e todo esse trabalho ser arquivado para estudo persistente
    Nubor Facure

    Curtir

  5. Parabenizo-os pela excelente fonte de consulta, informação e pesquisa, alto nível das matérias e qualidade num âmbito geral da Revista Ciência Espírita. Por favor, como faço para enviar matéria? Qual o e-mail que devo usar? Na expectativa de ser atendido, fico por aqui inteiramente à disposição. Sucesso. Forte abraço.
    Ivan Dorneles Rodrigues
    e-mail: ivanr@cpovo.net
    Site: http://www.memoriallandelldemoura.com.br

    Curtir

  6. Elias Evangelista disse:

    Aos pesquisadores desta revista obrigado, pela iniciativa excelente e de alto nível. Parabéns!

    Curtir

  7. Roberio Gomes disse:

    Referente a primeira edição:
    Allan Kardec Foi o decodificador da doutrina espírita; e não criador.
    O próprio deixa claro que doutrina é obra dos espíritos.
    E só uma observação e não crítica.
    Com relação a revista no modo geral, fico muito feliz com a iniciativa e deste já parabenizo à todos.

    Curtir

  8. Roberio, obrigado pelo comentário e observação… Podemos ir até mais longe: Kardec foi o decodificador ou codificador?

    Afinal ainda existem muitas interpretações sobre essas escrituras.

    Curtir

  9. Lucia Costa disse:

    Venho deixar meus agradecimentos aos realizadores desse trabalho de pesquisa. Parabéns pela iniciativa e obrigada!

    Curtir

  10. Lucia Costa disse:

    Quero parabenizar e agradecer aos responsáveis por esse magnífico trabalho de pesquisa.

    Curtir

  11. Atena Rudá disse:

    Caros editores,
    antes de mais nada, parabéns pelo trabalho inovador!
    Descobri recentemente a RCE e estou apaixonada, pois me reconecta com o postulado de seriedade da Revista Espírita de Allan Kardec.
    Sou graduanda em Licenciatura em Ciências da Natureza, com habilitação em Química e Biologia pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, palestrante espírita e escritora (de um blog Coroa de Venuz).
    E me coloco a disposição da editoração para compartilhar textos da área de pesquisa científica, sobre temas diversos na doutrina espírita e aspectos de epistemologia doutrinária espírita.
    Abraços carinhosos!
    Atena Rudá

    Curtir

  12. Parabenizo-os pela excelente trabalho,

    Curtir

  13. João Viegas disse:

    Saudações amigos de ideal espírita! Estou impressionado com a excelência do trabalho desenvolvido por vocês, tanto na revista como no jornal ciência espírita. Estão todos de parabéns! Meu nome é João Viegas. Eu administro um blog que se chama Espiritismo na Essência http://espiritismonaessencia.blogspot.com.br/. Nele posto artigos de minha autoria sobre diversos temas relacionados a Doutrina. Neste momento, estou publicando artigos que defendem o caráter científico do Espiritismo. Gostaria de saber da possibilidade de publicá-los neste meio de comunicação. Caso positivo, o que devo fazer? Sou muito grato pela atenção! Um grande abraço!

    Curtir

    • Olá João, obrigado pelas palavras, isso valoriza o esforço que nossa equipe tem feito.

      A Revisa Ciência Espirita aceita a submissão de artigos dentro do seu escopo de trabalho, ou seja, aceitamos artigos que serão enviados para um grupo que os analisa-os para que possam ser aceitos para publicação (revisão por pares). Os artigos devem conter uma formatação cientifica, por esse motivo podem ser algo como um relatório de caso ou algum experimento com uso de metodologia apropriada. Os trabalhos podem ser enviados diretamente ao nosso e-mail falecompsicobiofisica@gmail.com.

      Caso tenha interesse de contribuir, todo o esforço será bem vindo. Para cada relatório fornecemos um feedback sobre o mesmo, tanto positivo como negativo.

      Sinta-se a vontade para colaborar com a ciência espirita.

      Curtir

  14. Ricardo Souza disse:

    Boa noite, gostaria de enviar uma SUGESTÃO DE REPORTAGEM.
    Fotografias Kirlian, hoje depois de várias pesquisas ainda não consegui pacificar o entendimento da veracidade ou não dessas fotografias, Muito se especula sobre o que é registrado nas fotos Kirlian, numa visão mística, alguns religiosos alegam que as imagens do halo registrado nas fotos, correspondem à aura, ainda que esse registro também ocorra com objetos, ferramentas ou pedras. Céticos afirmam que grande parte dos halos são gerados pela umidade que ocorre naturalmente em todos os seres vivos, que se tornam ionizada devido aos campos elétricos de alta-tensão e alta-freqüência utilizados nessa técnica e captados pela emulsão fotográfica. De fato, considera-se que pelo menos vinte e duas características físicas, químicas e fotoquímicas podem influenciar as descargas coronais vistas nas fotos Kirlian. O maior argumento a favor da explicação aceita pela comunidade científica (e consequentemente contra a explicação mística para o fenômeno) é o fato de que a suposta aura não aparece se a fotografia for realizada no vácuo. Afinal, as Fotografias Kirlian expressam a aura?

    Curtir

    • Olá Ricardo, boa tarde!

      Temos um projeto que visa testar a eficácia da bioeletrografia para diagnósticos em seres humanos, ainda não temos data para iniciar esse projeto.

      Como pode ser visto na edição de SET/2016, efetuamos experimentos a fim de testar a possibilidade de eficiência da bioeletrografia em amostras de água fluidificada. Claro que no fundo testamos as duas coisas numa só, uma vez que na edição de DEZ/2015 efetuo-se experimento para verificar se um médium realmente poderia identificar alguma amostra de água fluidificada dentre 10 opções, e obtivemos resultado bem significativos (80% de acerto).
      Com base nessa idéia o uso da maquina de Kirlian demonstrou ser eficiente e identificar que alguma coisa foi alterada na água.

      Ainda é cedo para sabermos exatamente o quê se altera, até porque os médiuns falam em cores e não podemos observar isso exatamente na bioeletrografia, senão uma cor mais amarelada e outra mais “rosada”.

      Sobre seu comentário, creio que os céticos estejam mais corretos na observação, mas veja que apenas nisso pois muitos desacreditam na real capacidade de máquina. Com isso eu poderia afirmar que eles tem uma conclusão incompleta pois essa camada de gases que circulam nosso corpo parecem realmente refletir muito sobre nós. Isso fica mais evidente quando vemos que na Russia tal equipamento possui uso oficial, dado seus resultados e eficiência.

      Um detalhe crucial é o fato de muitos “místicos” darem poder errado ou fantasioso à imagem, ou seja, alegando ser uma imagem da aura espiritual humana.

      No conceito de aura espiritual eu diria que realmente não é, se o for, pode ser que seja algo perispiritual, algo que ainda carece de muito estudo no meio espirita pois Kardec deixou as explicações que os espíritos deram em 1860, ou seja, explanações muito simplórias para a ciência dos dias de hoje.

      O que os estudos e experiência diária indica é que essa camada gasosa iônica parece realmente refletir algo sobre nós, como um banco de dados. Para ilustrar, algo não exposto no referido artigo pois não era o objetivo, quando fui fazer uma das sessões de experimentos com a Vania, tiramos fotos dos indicadores de cada um dos participantes a fim de verificar possível “super-energia” que pudesse contaminar os frascos. Em uma conversa com ela eu perguntei: O que você pode me dizer sobre a imagem do meu dedo?

      Ela respondeu com toda a experiência de anos em trabalhos com bioeletrografia:

      “Dá para ver que você tem um problema na coluna lombar, algo como uma hérnia já no corpo físico.”

      Ela acertou em cheio! Sem a necessidade de exames de radiografia ou ressonância magnética, ela conseguiu saber que eu possuía esse problema, detalhe, ela comentou sobre estar no campo do físico. Isso reflete o fato de que a bioeletrografia é capaz de prever algo antes que ele venha a ocorrer. Esse é o motivo de se fazer mais estudos sérios sobre esse equipamento que, infelizmente ficou mistificado devido a muitos espiritas divulgarem “aos sete ventos” que haviam descoberto a máquina que captava a imagem de espíritos.

      Bom, essa é a nossa conclusão até o momento.

      Obrigado pela participação!

      Curtir

  15. Paulo Valente disse:

    Como o leitor pode entrar em contato com articulistas da Revista?
    Tenho 55 anos de Kardecismo (desde meus 15) porém participei 13 anos como sócio do Centro Espirita Beneficente União do Vegetal, seita que faz uso de Ayahuasca e desejo contato com o autor que escreveu sobre o assunto nesta revista. Estou cursando a pós graduação da Universidade Livre do Espirito ( ULE ) aqui em Salvador – BA e terei que apresentar trabalho de pesquisa espirita. Estou pensando em escrever sobre a minha experiência desse contato do médium ostensivo kardecista e o chá sagrado…gostaria de uma resposta do autor ( ele assinou os artigos com pseudônimo ou aquele é seu nome verdadeiro.) ou dos editores…fiz minha assinatura da revista hoje.
    Grato
    Paulo Valente

    Curtir

  16. claudiniz disse:

    Olá! Parabéns pela revista, muito útil para o movimento espírita em geral. Gostaria de maiores orientações de como iniciar pesquisa sobre determinado assunto da Doutrina Espírita, se métodos a serem seguidos, algum critério ou sistema, para que possa dinamizar essa pesquisa.

    Fico no aguardo, grato!
    Claudio Schiavi

    Curtir

    • Olá Claudio! Obrigado pelo elogio, isso nos ajuda e motiva nosso trabalho.
      Eu só nao entendi bem sua pergunta, se ela se refere a vc pesquisar mais sobre a doutrina ou vir a pesquisar (fazer pesquisa) no atual espiritismo.

      Se foi referente a doutrina, sem dúvida, nossa recomendação é a leitura das obras básicas, principalmente o Livro Dos Espiritos e o Livro Dos Médiuns.

      Se estava se referindo à pesquisas atuais, o melhor caminho é aprender o máximo sobre metodologia cientifica atual e como aplica-la no campo psiquico/espiritual. Muitos estudos vem ocorrendo ao redor do mundo e muitos periódicos vem surgindo. É recomendável escolher um campo de pesquisa (psicografia, clarividência, mediunidade de visão etc) e iniciar bons trabalhos. A RCE possui uma ampla amostra de pesquisas realizadas, repetir algumas delas ja seria um bom começo.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s